Home
Videos
Edições impressas
Jornais anteriores
Contato
Sobre nós
Carta de solidariedade ao companheiro Lula
06 de maio de 2017 Artigos
Recomende essa matéria pelo WhatsApp

 

Querido companheiro Lula,

 

Será pouco expressar nossa dor e solidariedade sem fim pela perda da querida Dona Marisa Letícia, sua companheira eterna de vida e de luta, nossa companheira e ex-primeira dama operária, que nos enalteceu de orgulho, combatente, militante de primeira linha do PT e que ao seu lado viveu momentos de felicidade e de tragédia para dignificar o povo mais humilde desta vasta e generosa terra brasileira.

 

Nossa companheira, Dona Marisa morreu, mas entrou de cabeça erguida para uma das páginas mais duras da história do Brasil onde, como nunca, desde os primórdios da República, nenhum presidente, por ser operário, foi mais perseguido, caluniado pelo latifúndio midiático, ameaçado pela “Justiça” dos poderosos envoltos em togas de abutres, justamente por ousar enfrentar o poder das altas finanças e oligopólios internacionais, e promover a soberania nacional e popular ao seu país. Marisa, mulher, mãe e chefe de família, honesta, de estirpe e moral trabalhadora, foi vítima da tortura midiática brutal executada pela Globo, Veja e grandes meios de comunicação, apoiada por poderes judiciários medíocres, mas fatalmente golpistas como Moro. Dona Marisa não suportou a injustiça, as mentiras e mecanismos perversos deste sistema, dominado pelos algozes da "Lava Jato", todos, aninhados no meio de cultura da inconsciência, do ódio de classe, do fascismo, alimentados pela grande mídia. Mas, Dona Marisa, morreu em paz, consciente de que a sua inocência e de seu companheiro Lula, foi revelada, minutos antes que seu corpo entrasse em vibração, como para comemorar essa vitória.

 

Tocará a nós, ao povo brasileiro, à militância do PT, aos movimentos sociais, sindicais, estudantis, aos jovens, camponeses e trabalhadores e soldados deste país, a unir nossas forças, continuar a luta, a exigir o retorno da legalidade constitucional, as eleições diretas; exigir a verdade obscurecida pelo nefasto “acidente” ao juiz Teori Zavascki, a quebra do sigilo das revelações da Oldebrecht; a lutar para que se faça luz à sociedade brasileira sobre a verdade dos fatos e que o Judiciário sofra a revolução que dê passo à. justiça dos oprimidos; que tenhamos voz, mídia própria, TV, rádio, jornal, e que Lula, nem Dilma, nem PT, nem a Frente Brasil Popular fique só diante da tortura midiática fascista.

 

Companheiro Lula, estaremos ao seu lado nesta grande batalha. Não poderemos suprir a ausência da sua querida companheira de vida e de batalhas, como foi Dona Marisa, mas estamos seguros de que você encontrará como nunca, energias redobradas, pela consciência do seu papel histórico e libertador para os povos oprimidos do Brasil e da América Latina que alimentaram permanentemente sua existência. Lula, a história absolverá você e Dona Marisa quando o Brasil for a terra dos justos e oprimidos. Você já ajudou a dar os primeiros passos na década passada; a oligarquia não o quer vivo para 2018 para continuar seu legado, mas asseguramos que você voltará.

 

Companheiro Lula, o abraçamos agora com a mesma força que o fizemos quando você saiu da prisão em 1980, o visitamos na sua modesta casa em São Bernardo do Campo, onde lhe brindamos um documento histórico de J. Posadas, a “Função Política dos Sindicatos”, e nossa querida Dona Marisa nos recebeu com um café. Momentos de luta, felizes, em que você decidiu libertar seu passarinho da gaiola e que sua mente se iluminou com a estrela para construir um Partido dos Trabalhadores baseado nos sindicatos.

 

Força Lula! Obrigado por existir. Em memória de Dona Marisa, unidos até a vitória e sempre! O povo brasileiro está ao seu lado e seguirá em frente derrubando todas as algemas e travas ao pensamento e aos ideais por um Brasil justo e uma América Latina soberana e independente.

 

Jornal Revolução Socialista

Corrente Posadista do PT

 

3 de fevereiro de 2017

Recomende essa matéria pelo WhatsApp


Faça seu Comentário
Comentários
Nenhum comentário para esse conteúdo.
'
EDITORIAL:

A vitória de Pirro de Temer no Congresso e as Caravanas de Lula
O Brasil profundo dos trabalhadores, dos homens e mulheres do campo, das regiões interioranas, desce às praças e estradas espontaneamente para abraçar e festejar o seu verdadeiro e único presidente. A todos Lula passa uma mensagem de otimismo e de que é possível retomar o sonho de transformar o país
Receba nossa newsletter
Videos recentes
Suplementos Especiais
Links Recomendados
Matérias recentes
Noticias recentes
Batalhas de Ideias
Comunicação
Ganma Hispan TV Press TV Russia Today TeleSUR
Palavras-chave
J. Posadas - Obras publicadas
Leituras sugeridas
A FUNÇÃO HISTÓRICA DAS INTERNACIONAIS Del Nacionalismo Revolucionario al Socialismo Iran - El proceso permanente de la revolucion Iran - El proceso permanente de la revolucion La musica, El Canto, La Lucha Por el Socialismo
Desenvolvido por Mosaic Web
Recomendar essa matéria: