Home
Videos
Edições impressas
Jornais anteriores
Contato
Sobre nós
Forças Armadas da Venezuela aos golpistas: “Vocês vão topar com a férrea resistência dos militares”
26 de outubro de 2016 Notícias
Recomende essa matéria pelo WhatsApp

Extraído do Blog NOCAUTE de Fernando Morais

https://www.nocaute.blog.br/america-latina/forcas-armadas-da-venezuela-aos-golpistas-voces-vao-topar-com-ferrea-resistencia-dos-militares-forcas-armadas-da-venezuela-aos-golpistas-voces-vao-topar-com-ferrea-r.html

No último domingo, dia 23, a Assembleia Nacional da Venezuela aprovou uma declaração afirmando haver uma “ruptura da ordem constitucional e a existência de um golpe de Estado” em curso no país, supostamente cometido pelo governo de Maduro em relação ao bloqueio do referendo revogatório. Ontem, em meio a protestos dos chavistas, a mesma Assembleia iniciou um julgamento político que pode levar à destituição do atual presidente Nicolás Maduro, embora a Constituição venezuelana não preveja qualquer forma de impeachment.


Enquanto o povo saía às ruas gritando “Venezuela não é Brasil”, o ministro da Defesa, general Padrino Lopez, apareceu na televisão cercado por outros treze generais do Alto Comando Militar, todos em traje de campanha, para anunciar: golpistas que tentarem derrubar Maduro vão topar com a férrea resistência das Forças Armadas. Veja os principais momentos da fala do general López:

https://youtu.be/ej-w209sRz4

“Seu verdadeiro propósito não é outro senão afetar gravemente a institucionalidade do país mediante o caos e a anarquia, para finalmente derrubar o governo legitimamente estabelecido do senhor Nicolás Maduro Moros. Para nós Maduro não é representante de uma parcela política, mas o presidente constitucional e Comandante-em-Chefe das Forças Armadas Nacionais Bolivarianas, que exerce a suprema autoridade hierárquica e a quem reiteramos nossa incondicional lealdade e o inquebrantável compromisso de cumprir e fazer cumprir fielmente a suprema lei da República, que se constitui num pacto de convivência para todos os que vivemos nesta abençoada terra.


Convém ressaltar o respeito que sentimos por todos aqueles que elegeram os atuais deputados da Assembleia Nacional, o mesmo respeito professamos pelos que elegeram o atual Chefe de Estado.


Tudo o que ocorreu nos últimos dias, sem margem a dúvidas, encarna um grave atentado contra a soberania e independência nacional, pois viola flagrantemente o principio de autodeterminação dos povos, assim como serve à cobiça imperial do sistema capitalista mundial.


Em consequência, não nos cansaremos de repetir: quem, sob qualquer pretexto, pretender intervir no solo sagrado da pátria, topará com a férrea resistência dos filhos e filhas de Bolívar e de Chávez, em sua irredutível disposição de defender com a vida cada espaço do território nacional e cada conquista social alcançada. Da mesma forma, exigimos respeito à Constituição e às leis da República.”


{Acessos: 107}
Recomende essa matéria pelo WhatsApp


Faça seu Comentário



Comentários
Nenhum comentário para esse conteúdo.
EDITORIAL:

Eleições na Venezuela e a luta pela liberdade de Lula
Jamais uma revolução social enfrentou tantas eleições, em condições extremas de guerra econômica e ameaças do imperialismo, conspiração interna e sabotagens; mesmo assim teve continuidade com base no voto popular. Aprender as lições da Venezuela; centrar fogo na libertação e eleição de Lula em 2018.
Receba nossa newsletter

Videos recentes
Suplementos Especiais
Links Recomendados
Matérias recentes
Noticias recentes
Batalhas de Ideias
Comunicação
Ganma Hispan TV Press TV Russia Today TeleSUR
Palavras-chave
J. Posadas - Obras publicadas
Leituras sugeridas
A FUNÇÃO HISTÓRICA DAS INTERNACIONAIS Del Nacionalismo Revolucionario al Socialismo Iran - El proceso permanente de la revolucion Iran - El proceso permanente de la revolucion La musica, El Canto, La Lucha Por el Socialismo
Desenvolvido por Mosaic Web
Recomendar essa matéria: