Home
Videos
Edições impressas
Jornais anteriores
Contato
Sobre nós
Frente Ampla por Diretas Já!
10 de junho de 2017 Notícias
Recomende essa matéria pelo WhatsApp
Organizações durante lançamento do fórum nesta segunda, em Brasília / Lula Marques/Agência PT

 

Frente Ampla por "Diretas Já" é lançada com apoio de diversos setores sociais

Partidos políticos de esquerda, movimentos populares representantes de diversos setores, centrais sindicais, religiosos, juristas, estudantes e Organizações Não Governamentais (ONGs) se reuniram nesta segunda-feira (5) em Brasília para lançar a Frente Ampla Nacional pelas Diretas Já.

 

Publicado no Brasil de Fato (06 de junho de 2017)

Em nota divulgada à imprensa, o grupo, que congrega entre seus integrantes um amplo espectro político da sociedade, considera que a manutenção do presidente golpista, Michel Temer (PMDB), na presidência do país ou sua substituição de maneira indireta pelo Congresso “significa a continuidade da crise e dos ataques aos direitos, hoje materializados na tentativa de acabar com a aposentadoria e os direitos trabalhistas”.

O objetivo central da frente é somar-se ao protagonismo de artistas, intelectuais e da sociedade civil organizada no movimento em defesa de eleições “Diretas Já”, além de fortalecer a pressão sobre o Congresso para aprovar a Proposta de Emenda Constitucional 227/16, que visa alterar a Constituição para garantir a convocação de eleições diretas em caso de vacância do cargo de presidente da República até seis meses antes do fim do mandato.

Leia a íntegra da nota:

Frente Ampla Nacional pelas Diretas Já

O Brasil atravessa uma grave crise política, econômica, social e institucional. Michel Temer não reúne as condições nem a legitimidade para seguir na presidência da República. A saída desta crise depende fundamentalmente da participação do povo nas ruas e nas urnas. Só a eleição direta, portanto a soberania popular, é capaz de restabelecer legitimidade ao sistema político.

A manutenção de Temer ou sua substituição sem o voto popular significa a continuidade da crise e dos ataques aos direitos, hoje materializados na tentativa de acabar com a aposentadoria e os direitos trabalhistas, as políticas publicas além de outras medidas que atentam contra a soberania nacional.

As diversas manifestações envolvendo movimentos sociais, artistas, intelectuais, juristas, estudantes e jovens, religiosos, partidos, centrais sindicais, mulheres, população negra e LGBTs demonstram a vontade do povo em definir o rumo do país.

Por isso, conclamamos toda a sociedade brasileira a se mobilizar, tomar as ruas e as praças para gritar bem alto e forte: Fora temer! Diretas já! E Nenhum direito a menos! O que está em jogo não é apenas o fim de um governo ilegítimo, mas sim a construção de um Brasil livre, soberano, justo e democrático.

As entidades abaixo-assinadas também se comprometeram com as seguintes resoluções:

I- Objetivos:

1) Fora Temer!

2) Diretas Já!

3) Contra as Reformas anti-populares, Nenhum direito a menos.

II- O que fazer em conjunto: ACORDOS FIRMADOS

1- Constituição de uma Frente Ampla Nacional pelas Diretas Já. Recomendamos que em cada estado se articule as Frentes amplas pelas “Diretas Já”, com as forças populares correspondentes a nível nacional, e ampliando com todos/as que apoiam os objetivos políticos da FRENTE AMPLA.

2. Incorporar-se ao manifesto dos artistas que sintetiza a unidade dessa articulação, realizando uma ampla difusão, por todos os meios e fazer uma campanha de de coleta de assinaturas populares, em torno desse manifesto, como forma de popularizar o debate em torno da necessidade das DIRETAS JA, para recompor a democracia no país. (na próxima semana enviaremos o Manifesto, assim que os artistas o finalizarem, também será editado na forma de videoclip).

3. Fortalecer  e contribuir para a maior amplitude possível da Greve Geral, marcada por todas as centrais sindicais para o dia 30 de junho próximo.

4. Participar e apoiar a Frente partidária e parlamentar pelas Diretas Já, já constituída a nível do congresso nacional. Convidar novos partidos e parlamentares, e aonde for possível reproduzir nas assembleias legislativas estaduais.

5. Buscar o envolvimento dos Governadores progressistas na campanha pelas Diretas Já.

6 Construir comitês populares pelas Diretas Já em todos os setores da sociedade, nos estados, municípios e sobretudo bairros e locais de trabalho.

7. Construir um calendário de mobilização de massas unificado em todos os estados. Cada estado deve ir construindo a melhor datas e depois nacionalizaremos, para que tenhamos um processo permanente de mobilizações nas próximas semanas. Fortalecer os atos políticos e culturais que já estão em curso.

8. Aumentar a pressão dentro do Congresso para barras as Reformas que estão em debate e irão para votação.

9. Publicar o maior número possível de materiais didáticos, em linguagem popular sobre as Diretas Ja.

10. Realizar atos nas periferias das grandes cidades, como forma de levar o debate entre as camadas populares e trabalhadores.

11. Somar-se e Divulgar o Manifesto religioso em defesa das Diretas Já, que reúne o conjunto de organismos de igrejas de nossa sociedade.

12.Trabalhar a perspectiva de grandes atos de lançamento nos estados da Frente Ampla Nacional pelas Diretas Já.

III- Calendário  previsto, até o momento:

a) 8 de Junho - Lançamento da Frente Parlamentar Suprapartidária pelas Diretas - na Câmara dos Deputados

b) 11 de Junho – Ato Político Cultural por Diretas Já – Farol da Barra em Salvador -BA

c) 11 de Junho - Ato Show #PoaDiretasJá – Parque da redenção em Porto Alegre -RS

d) 16 de Junho - Ato politico pelas Diretas durante o CONUNE.  em Belo horizonte.MG

e) 19 de Junho - Ato pela Democracia e contra a violência no Campo- Belém-PA

f) 30 de Junho – Greve Geral

Recomenda-se ampla difusão, do MANIFESTO, e das resoluções  unitárias para toda militância e sociedade em geral.

Assinam:

Frente Brasil Popular – FBP

Frente Povo Sem Medo – FPSM

Centra Única dos Trabalhadores – CUT


Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais – ABONG

Associação das Mulheres Brasileira - AMB

Associação Nacional de Pós Graduandos - ANPG


Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho – ANAMATRA

Brigadas Populares

Central dos Movimentos Populares - CMP

Central dos Sindicatos Brasileiros - CSB

Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil - CTB

Central Pública

Centro de Atendimento Multiprofissional - CAMP

Coletivo Quem Luta Educa/MG

Comissão Brasileira de Justiça e Paz da CNBB - CBJP

Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio - CNTC


Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE

Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino – CONTEE

Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos - CNTM

Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura - CONTAG

Conferência dos Religiosos do Brasil - CRB

Conselho Federal de Economia - CONFECON

Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil - CONIC

FASE Nacional

Fora do Eixo / Mídia Ninja

Fórum de Lutas 29 de abril/PR

Fórum Ecumênico ACT - Brasil

Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito

Frente de Juristas pela Democracia

Instituto de Estudos Socioeconômicos – INESC

Central Intersindical - INTERSINDICAL

Juntos

Koinonia

Levante Popular da Juventude

Marcha Mundial das Mulheres - MMM

Movimento Camponês Popular - MCP

Movimento dos Pequenos Agricultores - MPA

Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra - MST

Movimento dos Trabalhadores Sem Teto - MTST

Movimento Humanos Direitos - MHUD

Movimento Nacional contra a Corrupção e pela Democracia - MNCCD

Movimento pela Soberania Popular na Mineração - MAM


Movimento por uma Alternativa Independente e Socialista – MAIS

Partido Comunista do Brasil – PC do B

Partido Democratico Trabalhista


Partido dos Trabalhadores – PT

Partido Socialismo e Liberdade – PSOL

Partido Socialista Brasileiro – PSB

Pastoral Popular Luterana

Rede Ecumênica da Juventude - REJU

Rua Juventude Anticapitalista - RUA

Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo


Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo - Força Sindical

União Brasileira de Mulheres - UBM

União da Juventude Socialista – UJS

União Geral dos Trabalhadores – UGT

União Nacional dos Estudantes - UNE


Via Campesina Brasil

Edição: Vanessa Martina Silva

https://www.brasildefato.com.br/2017/06/05/frente-ampla-nacional-por-diretas-ja-e-lancada-com-apoio-de-amplos-setores-sociais/

Recomende essa matéria pelo WhatsApp


Faça seu Comentário
Comentários
Nenhum comentário para esse conteúdo.
'
EDITORIAL:

A vitória de Pirro de Temer no Congresso e as Caravanas de Lula
O Brasil profundo dos trabalhadores, dos homens e mulheres do campo, das regiões interioranas, desce às praças e estradas espontaneamente para abraçar e festejar o seu verdadeiro e único presidente. A todos Lula passa uma mensagem de otimismo e de que é possível retomar o sonho de transformar o país
Receba nossa newsletter
Videos recentes
Suplementos Especiais
Links Recomendados
Matérias recentes
Noticias recentes
Batalhas de Ideias
Comunicação
Ganma Hispan TV Press TV Russia Today TeleSUR
Palavras-chave
J. Posadas - Obras publicadas
Leituras sugeridas
A FUNÇÃO HISTÓRICA DAS INTERNACIONAIS Del Nacionalismo Revolucionario al Socialismo Iran - El proceso permanente de la revolucion Iran - El proceso permanente de la revolucion La musica, El Canto, La Lucha Por el Socialismo
Desenvolvido por Mosaic Web
Recomendar essa matéria: