Home
Videos
Edições impressas
Jornais anteriores
Contato
Sobre nós
Homenagem a Theo Melville
13 de junho de 2007 Artigos Edições Anteriores Notícias
Recomende essa matéria pelo WhatsApp

No início deste ano 2011, faleceu o camarada Theo Melville, a quem rendemos nossa profunda
homenagem pelo exemplo de sua vida digna, de revolucionário dedicado à batalha das idéias e das
ações imprescindíveis ao combate das atrocidades e injustiças do império capitalista britânico e mundial.
Desde a sua juventude, aos anos transcorridos como professor de história de arte de Nottingham a
Birmingham, acompanhou a luta dos estudantes em Londres, dos operários metalúrgicos de Sheffield,
estimulou a concepção do internacionalismo, intervindo na união com os trabalhadores da Bélgica,
particularmente do pólo industrial de Charleroi, e batalhou incansavelmente contra a guerra imperialista
da qual foram e continuam sendo cúmplices os governos ingleses, conservadores e trabalhistas
reformistas.
Theo Melville, após levar uma militância escrevendo para a “Revista Socialismo Internacional”
entre os anos 51 e 61, foi um dos principais quadros fundadores da seção inglesa da IV Internacional
Trotskista-Posadista, que lançou o jornal “Red Flag” em 1962. Theo Melville manteve a continuidade
desta publicação, instrumento de debate e formação teórica marxista para impulsionar o Partido
Comunista, a esquerda do Partido Trabalhista Ingles, a corrente classista dos sindicatos da Trade Union,
ao longo de muitas décadas. Acompanhou ao já falecido dirigente J. Posadas em várias viagens culturais
na Inglaterra, desde Greenwich a Stonehenge, contribuindo para que seu mestre pudesse elaborar e
deixar obras inauditas de interpretação marxista da história da cultura humana.
Hoje, a luta das massas inglesas contra a guerra da OTAN, e as gigantescas mobilizações
dos “Indignados” na Espanha, na Grécia e na Europa mostram que a sua luta não foi em vão, e que a
sua indignação constante contra as atrocidades do capitalismo inglês, e a perseverante crítica objetiva
à inoperância dos aparatos sindicais, do Partido Trabalhista estão presentes como nunca. Theo
Melville em certo sentido foi vítima das pressões deste capitalismo vil (o mesmo que matou nosso jovem
brasileiro Jean Charles de Menezes), pois poderia ter vivido muito mais, como muitos companheiros
e companheiras que faleceram precocemente por enfermidades, mas teve a felicidade de lutar pelo
socialismo e ver renascer após a queda da Urss, uma América Latina combativa dos últimos tempos, com
a “espada de Bolívar” empunhando a esperança da soberania e da justiça social dos povos do mundo,
e fazendo emanar a idéia de uma “Nova Internacional” comunista. Seja qual sejam as circunstâncias,
as perdas de companheiros revolucionários nos hão de deixar sempre a conclusão: “a vida sem a luta
pelo socialismo, não tem sentido!”. Theo deu um sentido revolucionário digno à sua vida até o fim de
suas energias, e com o seu exemplo e dedicação, reforçou em todos nós, seus companheiros, os ideais
revolucionários de nossas vidas. Obrigado Theo! Valeu!

4 de julho de 2011

Recomende essa matéria pelo WhatsApp


Faça seu Comentário
Comentários
Nenhum comentário para esse conteúdo.
'
EDITORIAL:

A vitória de Pirro de Temer no Congresso e as Caravanas de Lula
O Brasil profundo dos trabalhadores, dos homens e mulheres do campo, das regiões interioranas, desce às praças e estradas espontaneamente para abraçar e festejar o seu verdadeiro e único presidente. A todos Lula passa uma mensagem de otimismo e de que é possível retomar o sonho de transformar o país
Receba nossa newsletter
Videos recentes
Suplementos Especiais
Links Recomendados
Matérias recentes
Noticias recentes
Batalhas de Ideias
Comunicação
Ganma Hispan TV Press TV Russia Today TeleSUR
Palavras-chave
J. Posadas - Obras publicadas
Leituras sugeridas
A FUNÇÃO HISTÓRICA DAS INTERNACIONAIS Del Nacionalismo Revolucionario al Socialismo Iran - El proceso permanente de la revolucion Iran - El proceso permanente de la revolucion La musica, El Canto, La Lucha Por el Socialismo
Desenvolvido por Mosaic Web
Recomendar essa matéria: