Home
Videos
Edições impressas
Jornais anteriores
Contato
Sobre nós
Lula na reunião ampliada da CNM/CUT
03 de fevereiro de 2017 Batalha de Ideias
Recomende essa matéria pelo WhatsApp

Do Conversa Afiada (https://www.conversaafiada.com.br/politica/lula-a-politica-vem-antes-da-economia), blog do jornalista Paulo Henrique Amorim) reproduz de forma não literal o discurso do Presidente Lula na reunião ampliada da CNM/CUT em São Bernardo do Campo (SP), nessa terça-feira, 24/I:


- temos que falar de Política
 - qual o impacto da Lava Jato na Economia?
 - não é só a corrupção
 - o MPF, a PF, o Moro desempenham um papel político
 - lembram do mensalão? Era uma questão de sobrevivência para eles prender o Dirceu, apesar do voto do Lewandowski
- todo mundo sabe que a Visanet não era uma empresa pública, o dinheiro ia pra Globo…
- todo mundo sabia que o Genoino era inocente
- armaram uma emboscada para o Genoino, para dar uma satisfação à opinião pública
- como é que eles vão sair dessa?
- Lava Jato: vocês acham que um dia o William Bonner vai dizer “desculpas, presidente Lula”… Eles não vão dizer nunca!
- eles foram longe demais
- não esperavam a nossa capacidade de resistência
- achavam que iam achar uma conta minha em Cayman, Nova York, em Caetés
- a Lava Jato tirou 2,5% do PIB!
- tenho orgulho de em 2002 ter ido a um estaleiro em Angra que só tinha rato, capim e metalúrgico vendendo cerveja em caixa de isopor na cabeça
- o presidente da Petrobras, o Francisco Gros, escreveu um artigo na Gazeta Mercantil para dizer que o Brasil não tinha tecnologia, não tinha capacidade
- em doze anos, a indústria naval passou de seis trabalhadores para 86 mil
- produzimos navios de grande porte, plataformas, sondas, com 65% de conteúdo nacional
- hoje o trabalhador vai voltar a vender cerveja com isopor na cabeça para alegria do trabalhador da Coreia e da China
- e eu pensava não era só em emprego: era em domínio da tecnologia!
- e na indústria de óleo e gás?
- tem dedo estrangeiro na Lava Jato para entregar o pré-sal!
- a elite brasileira quer ser vira-lata: o Brasil não pode ser protagonista, o Brasil não ser do BRICs, não pode ser do banco do BRICs, não pode ser da Unasul
- vocês viram a diretora do FMI, a Lagarde? Passou um pito no Meirelles: não é o arrocho, Meirelles, é a desigualdade de renda.
- vejam como até o FMI mudou!
- a nossa primeira grande luta no sindicato dos metalúrgicos foi em 1977 pela reposição salarial
- o Banco Mundial tinha dito que o Delfim Netto sonegou informações sobre os salários de 1974 e 1975
- nós fomos atrás
- queremos a reposição!
- o movimento se espalhou e foi assim que nasceu o que o Estadão chamou de “o novo sindicalismo”
- vocês têm que se preparar (para a nova realidade mundial)
- se não tem dinheiro de fora, alguém tem que acionar a máquina da Economia e esse alguém tem que ser o Estado
- só o Estado pode religar a roda gigante
- só quem empresta dinheiro a longo prazo é o Estado: o Itaú e o Bradesco não emprestam
- tem que ser o banco estatal que esses meninos do Ministério Público querem criminalizar
- por que esses meninos não vêm disputar eleição?
- as instituições estão frágeis, desacreditadas
- e vocês não podem pedir só aumento de 5% na Petrobras
- tem que discutir o papel da Petrobras
- agora mandam empresário brasileiro depor na Justiça americana
- querem destruir a Petrobras
- a Petrobras contratou 6 empresas para trabalhar no Comperj e nenhuma é brasileira
- a quem interessa destruir a indústria brasileira?
- o Estado só vai voltar a se mover quando o povo conquistar o direito de eleger um presidente pelo voto, com uma proposta que a Sociedade compreenda e que faça mover a máquina do Estado
- Temer deixou a industria têxtil estrangeira entrar: quem disse que a indústria têxtil é estratégica?
- a Sociedade está arredia
- é preciso devolver a esperança
- dar à juventude – 65% dos metalúrgicos hoje são jovens –, que estudou mais do que nós e mais do que os pais, dar a ela a oportunidade de estudar, de ter acesso a bens materiais e à cultura também
- e dar emprego ao adulto. Isso é sagrado
- a minha obsessão era ter casa própria. No aluguel você tem que mudar todo ano e não sabe onde vai morar ano que vem: vai pra onde o dinheiro der. As crianças não podem fazer amigos
- a minha primeira casa tinha 33 m² e vivíamos eu , a Marisa, três crianças, a sogra e um cachorro. E vivíamos muito bem
- comprar casa só possível com a Economia crescendo
- temos que construir o nosso discurso para 2017
- uma proposta para o país
- uma proposta que não seja covarde, como a do dirigente sindical que faz uma proposta que o patrão não pode cumprir
- o mundo real é assim, esse é o mundo da Política
- tudo ou nada é burrice!
- nós trabalhadores que estivemos no Governo temos um compromisso com o nosso legado
- não adianta tentar agradar o mercado: o mercado só vai te aceitar se você prometer voltar à escravidao
- só depois que estiverem todos mortos, é que a Economia, com esse modelo, vai voltar a crescer
- mas, a que custo?
- tem que crescer antes!
- por que os empresários não defendem isso, não defendem o emprego, não defendem outros empresários ? é um bando de traíras…
- falta um mínimo de solidariedade
- nós não podemos discutir só a conjuntura, a Economia
- tem que colocar a Política na frente
- a Democracia, voltar a eleger o Presidente da República
- se não for assim, a Economia não cresce
- (por isso, a Política vem antes da Economia)
- não quero que 2017 esteja perdido, como dizem
- temos que nos preparar – hoje corri 10 km
- nós tiramos esse país da merda
- eles estão jogando na merda de novo
 

Video completo de Lula na Reunião ampliada da CNM/CUT em São Bernardo do Campo

https://www.youtube.com/watch?v=h3oEYU_OTeo


{Acessos: 261}
Recomende essa matéria pelo WhatsApp


Faça seu Comentário



Comentários
Nenhum comentário para esse conteúdo.
EDITORIAL:

Eleições na Venezuela e a luta pela liberdade de Lula
Jamais uma revolução social enfrentou tantas eleições, em condições extremas de guerra econômica e ameaças do imperialismo, conspiração interna e sabotagens; mesmo assim teve continuidade com base no voto popular. Aprender as lições da Venezuela; centrar fogo na libertação e eleição de Lula em 2018.
Receba nossa newsletter

Videos recentes
Suplementos Especiais
Links Recomendados
Matérias recentes
Noticias recentes
Batalhas de Ideias
Comunicação
Ganma Hispan TV Press TV Russia Today TeleSUR
Palavras-chave
J. Posadas - Obras publicadas
Leituras sugeridas
A FUNÇÃO HISTÓRICA DAS INTERNACIONAIS Del Nacionalismo Revolucionario al Socialismo Iran - El proceso permanente de la revolucion Iran - El proceso permanente de la revolucion La musica, El Canto, La Lucha Por el Socialismo
Desenvolvido por Mosaic Web
Recomendar essa matéria: