Home
Videos
Edições impressas
Jornais anteriores
Contato
Sobre nós
Pedro Sánchez triunfou nas primárias do PSOE
18 de junho de 2017 Notícias
Recomende essa matéria pelo WhatsApp

O triunfo de Pedro Sánchez nas primárias do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) e a mudança na relação de forças da esquerda.

A eleição de Pedro Sánchez como secretário geral nas primárias do PSOE foi um triunfo imposto pela participação das bases socialistas que enfrentaram e derrotaram o aparato da direita do Partido.

Após exercer durante dois anos a função de Secretário Geral (2014-2016) foi destituído no Comitê Confederal, de outubro de 2016, pelo aparato do Partido, organizando-se uma gestão provisória.

As bases socialistas receberam isso como um golpe de estado porque o objetivo era impor a abstenção dos deputados socialistas e permitir e a posse do presidente Rajoy com maioria simples.

A partir desse momento produziu-se um grande enfrentamento interno e, consequentemente, a convocação de eleições internas onde a favorita era a Presidenta da Andaluzia, Susana Diaz, candidata do aparato e sustentada por Felipe Gonzáles, Guerra e Zapatero.

A campanha destas primárias constituiu-se de enfrentamentos, insultos e desqualificações, e uma grande participação da militância, sobretudo, da juventude que apoiou a posição firme de Sánchez contra o apoio ao Partido Popular (PP) a que continue governando.

O resultado destas primárias foi recebido com grande expectativa, não só no Partido Socialista, mas também nas forças de esquerda: Podemos, Esquerda Unida, etc...; e com preocupação na direita.

O resultado foi esmagador e Pedro Sánchez, apesar de toda a pressão mediática a serviço da candidatura do aparato, Susana Díaz, recolheu mais de 50% dos votos.

O programa defendido nos atos e nas assembleias eram contra os recortes de Rajoy, a defesa dos serviços públicos, a revogação da Reforma Trabalhista e a defesa do Estado plurinacional.

Antes de começar a campanha, Sánchez viajou a Portugal para conhecer a experiência do seu Governo de Esquerda que está promovendo o crescimento da economia sem necessidade de aplicar políticas de austeridade, cumprindo com o pagamento da dívida, aumentando o investimento público e criando emprego. O processo em Portugal entra em contradição com as diretivas da União Europeia e mostra que há possibilidade de outra via que não seja a de carregar o custo da crise sobre as massas.

Sánchez também se reuniu com os sindicatos das Comissões Operárias e da UGT para discutir a política do emprego e da recuperação da legislação  trabalhista atual na desocupação e precarização do emprego.

A militância socialista que participou nos comícios sentiu o triunfo de Pedro Sánchez como um progresso e lançou-se nas ruas a festejar. A sede e as proximidades do Partido estavam repletas de ativistas que queriam recuperar o programa da esquerda e o expressavam cantando a Internacional com o punho levantado junto à nova direção.

Esta situação muda a relação de forças na esquerda e já se visualizam algumas tentativas de aproximação entre o PSOE e Podemos como foi no debate sobre a moção de censura a Rajoy que agitou um programa necessário para tirar o país da crise.

Demonstrou-se que há bases para avançar além das políticas reformistas. Não se pode esperar um desenvolvimento do capitalismo para então repartir a riqueza. É preciso aplicar medidas de nacionalizações como proposto pelo Podemos no debate no Parlamento.

Dos nossos correspondentes
Barcelona, 17 de junho de 2017.

 

 

  


{Acessos: 188}
Recomende essa matéria pelo WhatsApp


Faça seu Comentário



Comentários
Nenhum comentário para esse conteúdo.
EDITORIAL:

Todo apoio a Lula que não se rende e registra sua candidatura neste 15 de agosto
Somente o povo mobilizado pode dar impulso à paralisia das instituições democráticas. Não só Lula Livre, mas Lula Presidente, requer um verdadeiro levante popular com ampla difusão nas TVs e rádios comunitárias, estendendo uma verdadeira Rede da Legalidade. Todos a Brasília, no dia 15 de agosto!
Receba nossa newsletter

Videos recentes
Suplementos Especiais
Links Recomendados
Matérias recentes
Noticias recentes
Batalhas de Ideias
Comunicação
Ganma Hispan TV Press TV Russia Today TeleSUR
Palavras-chave
J. Posadas - Obras publicadas
Leituras sugeridas
A FUNÇÃO HISTÓRICA DAS INTERNACIONAIS Del Nacionalismo Revolucionario al Socialismo Iran - El proceso permanente de la revolucion Iran - El proceso permanente de la revolucion La musica, El Canto, La Lucha Por el Socialismo
Desenvolvido por Mosaic Web
Recomendar essa matéria: