Home
Videos
Edições impressas
Jornais anteriores
Contato
Sobre nós
Pedro Sánchez triunfou nas primárias do PSOE
18 de junho de 2017 Notícias
Recomende essa matéria pelo WhatsApp

O triunfo de Pedro Sánchez nas primárias do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) e a mudança na relação de forças da esquerda.

A eleição de Pedro Sánchez como secretário geral nas primárias do PSOE foi um triunfo imposto pela participação das bases socialistas que enfrentaram e derrotaram o aparato da direita do Partido.

Após exercer durante dois anos a função de Secretário Geral (2014-2016) foi destituído no Comitê Confederal, de outubro de 2016, pelo aparato do Partido, organizando-se uma gestão provisória.

As bases socialistas receberam isso como um golpe de estado porque o objetivo era impor a abstenção dos deputados socialistas e permitir e a posse do presidente Rajoy com maioria simples.

A partir desse momento produziu-se um grande enfrentamento interno e, consequentemente, a convocação de eleições internas onde a favorita era a Presidenta da Andaluzia, Susana Diaz, candidata do aparato e sustentada por Felipe Gonzáles, Guerra e Zapatero.

A campanha destas primárias constituiu-se de enfrentamentos, insultos e desqualificações, e uma grande participação da militância, sobretudo, da juventude que apoiou a posição firme de Sánchez contra o apoio ao Partido Popular (PP) a que continue governando.

O resultado destas primárias foi recebido com grande expectativa, não só no Partido Socialista, mas também nas forças de esquerda: Podemos, Esquerda Unida, etc...; e com preocupação na direita.

O resultado foi esmagador e Pedro Sánchez, apesar de toda a pressão mediática a serviço da candidatura do aparato, Susana Díaz, recolheu mais de 50% dos votos.

O programa defendido nos atos e nas assembleias eram contra os recortes de Rajoy, a defesa dos serviços públicos, a revogação da Reforma Trabalhista e a defesa do Estado plurinacional.

Antes de começar a campanha, Sánchez viajou a Portugal para conhecer a experiência do seu Governo de Esquerda que está promovendo o crescimento da economia sem necessidade de aplicar políticas de austeridade, cumprindo com o pagamento da dívida, aumentando o investimento público e criando emprego. O processo em Portugal entra em contradição com as diretivas da União Europeia e mostra que há possibilidade de outra via que não seja a de carregar o custo da crise sobre as massas.

Sánchez também se reuniu com os sindicatos das Comissões Operárias e da UGT para discutir a política do emprego e da recuperação da legislação  trabalhista atual na desocupação e precarização do emprego.

A militância socialista que participou nos comícios sentiu o triunfo de Pedro Sánchez como um progresso e lançou-se nas ruas a festejar. A sede e as proximidades do Partido estavam repletas de ativistas que queriam recuperar o programa da esquerda e o expressavam cantando a Internacional com o punho levantado junto à nova direção.

Esta situação muda a relação de forças na esquerda e já se visualizam algumas tentativas de aproximação entre o PSOE e Podemos como foi no debate sobre a moção de censura a Rajoy que agitou um programa necessário para tirar o país da crise.

Demonstrou-se que há bases para avançar além das políticas reformistas. Não se pode esperar um desenvolvimento do capitalismo para então repartir a riqueza. É preciso aplicar medidas de nacionalizações como proposto pelo Podemos no debate no Parlamento.

Dos nossos correspondentes
Barcelona, 17 de junho de 2017.

 

 

  

Recomende essa matéria pelo WhatsApp


Faça seu Comentário
Comentários
Nenhum comentário para esse conteúdo.
EDITORIAL:

Apoio incondicional a Lula da Silva!
Em pé de luta, unamo-nos nas ruas! Trabalhadores, sindicatos, militantes do PT, dos movimentos sociais, MST, mulheres, estudantes, partidos políticos progressistas, militares nacionalistas, movimentos religiosos, todos na defesa de Lula e do projeto nacional e popular. Abaixo o assassinato da CLT !
Receba nossa newsletter
Videos recentes
Suplementos Especiais
Links Recomendados
Matérias recentes
Noticias recentes
Batalhas de Ideias
Comunicação
Ganma Hispan TV Press TV Russia Today TeleSUR
Palavras-chave
J. Posadas - Obras publicadas
Leituras sugeridas
A FUNÇÃO HISTÓRICA DAS INTERNACIONAIS Del Nacionalismo Revolucionario al Socialismo Iran - El proceso permanente de la revolucion Iran - El proceso permanente de la revolucion La musica, El Canto, La Lucha Por el Socialismo
Desenvolvido por Mosaic Web
Recomendar essa matéria: