Home
Videos
Edições impressas
Jornais anteriores
Contato
Sobre nós
Stop OTAN 2017
09 de junho de 2017 Notícias
Recomende essa matéria pelo WhatsApp

No dia 25 de maio, realizou-se em Bruxelas (Bélgica) uma Conferência de contra-cúpula da OTAN., com a participação de militantes de varias tendências políticas, comunistas, socialistas, posadistas e cristãos de esquerda. Com muito debate, participação e elaboração de documentos, contou-se com a participação de um convidado especial do responsável de Montenegro, dos movimentos pelo Não à entrada de Montenegro na OTAN. Nessa Cúpula Extraordinária, a OTAN oficializou a participação de Montenegro, a pesar do rechaço da maioria da população desse país. 

A conferencia anti-OTAN votou uma resolução para sustentar o rechaço da população montenegrina à integração na máquina de guerra. Houve 230 participantes nesta Conferência STOP OTAN 2017, com discussões e participantes de pelo menos 10 países, dos EUA a Montenegro e diversos italianos, expressando uma consciência da natureza da OTAN, da máquina de guerra monstruosa que está perdendo o controle, após tanto rechaço em esmagar os povos. Nesta Conferência não houve nenhum pronunciamento contrario à Rússia.

A cúpula da OTAN durou menos de um dia! Todas as decisões que declararam já haviam sido negociadas em vários intercâmbios prévios de meses anteriores. Ficou evidente que para Trump a OTAN não é nada “obsoleta”. A pressão exercida pelos ianques era para exigir maior participaçãoo e coesão a todos os membros da OTAN. Vieram todos os chefes de estado, inclusive Erdogan e Macron.

A Cúpula da OTAN decidiu efetivamente:

–       Toda a OTAN se empenha nas “coalisões contra o terror”; aumenta sua participação no Afeganistão, Síria, Iraque, e prepara uma nova intervenção na Líbia, aumenta a pressão sobre a Rússia com uma maior aproximação da Georgia e Ucrânia e a adesão de Montenegro, que numéricamente não tem importancia, mas servirá de grande depósito de armas e base militar – possivelmente armas atômicas – sendo o último pedaço do quebra-cabeça da região Balcânica que, agora, estará completamente sob o controle da OTAN (menos a Sérbia).

–       Todos os páises da OTAN se empenharam em dedicar 2% do PIB aos orçamentos militares e 20% destes serão dedicados à compra de armas e ao aperfeiçoamento dos sistemas cibernéticos para serem homogêneos entre eles.

–       A União Europeia reafirma, como tal, que ela e a OTAN se complementam e tem o mesmo objetivo.

–       Inauguraram-se os novos edifícios da sede em Bruxelas e os mesmos terão um serviço único especial de investiduras.

–       Todos os países membros continuam com a “estratégia nuclear da OTAN”; se negaram a assinar na ONU o lançamento do tratado para a proibição de armas nucleares (exceto os Países baixo, ao que tudo indica). 

 

 

 

 

 

 

Recomende essa matéria pelo WhatsApp


Faça seu Comentário
Comentários
Nenhum comentário para esse conteúdo.
EDITORIAL:

Apoio incondicional a Lula da Silva!
Em pé de luta, unamo-nos nas ruas! Trabalhadores, sindicatos, militantes do PT, dos movimentos sociais, MST, mulheres, estudantes, partidos políticos progressistas, militares nacionalistas, movimentos religiosos, todos na defesa de Lula e do projeto nacional e popular. Abaixo o assassinato da CLT !
Receba nossa newsletter
Videos recentes
Suplementos Especiais
Links Recomendados
Matérias recentes
Noticias recentes
Batalhas de Ideias
Comunicação
Ganma Hispan TV Press TV Russia Today TeleSUR
Palavras-chave
J. Posadas - Obras publicadas
Leituras sugeridas
A FUNÇÃO HISTÓRICA DAS INTERNACIONAIS Del Nacionalismo Revolucionario al Socialismo Iran - El proceso permanente de la revolucion Iran - El proceso permanente de la revolucion La musica, El Canto, La Lucha Por el Socialismo
Desenvolvido por Mosaic Web
Recomendar essa matéria: